22de Junho,2018

Geopt.org - Portugal Geocaching and Adventure Portal

22 November 2012 Written by  Filipe Nobre

Geocaching no Inverno - O Frio

8204648048 3415d9d717 O

Com a chegada do Inverno existe outro factor a que nos expomos além da chuva: o frio!
As baixas temperaturas trazem bastante desconforto e é bastante importante proteger as mãos, pés, orelhas e rosto, pois o corpo tem tendência a reduzir o fluxo sanguíneo nas suas extremidades para garantir o correcto funcionamento dos órgãos vitais.


Existem dois grandes perigos quando nos expomos ao frio extremo: ulceração e hipotermia.


A hipotermia consiste na queda de temperatura do corpo abaixo de 36ºC e começa por reflectir-se com tremores, entorpecimento, sonolência, fala ininteligível, desorientação e dificuldade em caminhar devido a fraqueza muscular. A hipotermia requer atendimento médico e se não for combatida com um reaquecimento pode levar mesmo a uma paragem cardíaca. O reaquecimento deve ser feito gradualmente e não repentinamente. A pessoa deve ser movida para um local quente, coberta com cobertores e, caso esteja consciente, beber uma bebida quente e não-alcoólica (as bebidas alcoólicas tendem a aumentar a perda de calor do corpo).


Como dito anteriormente as extremidades são as zonas mais vulneráveis e as células da pele podem chegar a congelar se não estiverem protegidas do frio e do vento. A isso chama-se ulceração.
A ulceração pode ter dois níveis: superficial ou profundo.
O superficial afecta somente a pele, que pode ser movida relativamente ao tecido inferior, é sentida uma dor forte como uma picada e a zona torna-se branca ou amarelada. A área é insensível ao toque.
Numa ulceração profunda os tecidos inferiores são igualmente afectados e a pele não se movimenta relativamente ao tecido mais profundo. A área torna-se dura como madeira, insensível e de uma cor branco-mármore.
A ulceração deve ser tratada aquecendo rapidamente a zona afectada. Se possível com água a cerca de 40º - 42ºC. A zona afectada nunca deve ser friccionada sob perigo de danificar a pele e se não tiver como se manter aquecido mais vale não descongelar a pele para que depois esta volte a congelar, isso provocaria ainda mais danos na zona afectada.

Para evitarmos problemas como os descritos há que ser cauteloso quando nos aventuramos nos campos.
Antes de mais há que ter a noção do que é a “sensação térmica”, que é aquilo que nos afecta directamente. Por exemplo, uma temperatura de -1ºC com vento de 40Km/h dá-nos uma sensação térmica de -17ºC sem vento. Este é um factor a ter em conta quando consultamos as condições atmosféricas ao preparar uma saída.

 

8203557157 C2b6f6dbd0 O

Devemos vestir-nos com roupa escura e/ou colorida que ajuda a absorver a luz e ajuda a manter-nos quentes, ao contrário da roupa clara e leve nos ajuda a manter-nos frescos no verão. De noite ou de manhã cedo devemos usar roupa reflectora ou com fitas reflectoras caso caminhemos na estrada.8203556963 4f2f5a7e0f O

O ideal é vestirmos diversas camadas de roupa para podermos tirar uma a uma adaptando assim o que usamos à temperatura que irá variar ao longo do dia.
Ao usar várias camadas de roupa quentes e largas estamos como que a construir o isolamento de um forno. O ar entre cada camada ajuda a manter o ar quente junto do corpo.
8203556891 52debfd9f1 O

A melhor escolha para as camadas internas são o polipropileno, lã, seda ou alguma mistura sintética destes, mas o mais importante de tudo é que sejam tecidos que ajudem a retirar a transpiração da pele e mantenham o corpo aquecido (é preciso cuidado com o algodão visto que ensopa com a transpiração, mantém-se ensopado por não permitir evaporação e acaba por arrefecer a nossa temperatura). Esta camada deve ficar confortavelmente justa ao corpo.8203557031 7f748e90da O


As camadas do meio podem ser de lã, algodão ou sintéticas e têm como objectivo criar diferentes camadas de tecido que ajudam a manter o corpo aquecido. 8204673966 Bd6edc0ba3 OComo o objectivo é manter-nos quentes, estas camadas intermédias variam conforme a temperatura que formos encontrar.

Externamente deve usar-se um paravento de malha entrelaçada e impermeável permitindo desse modo a evaporação da transpiração. Se tiver um fecho de abrir ainda melhor porque podemos abri-lo caso tenhamos calor.

 

Tratada a protecção do tronco centremos agora atenção nas frágeis extremidades do corpo:
Estima-se que um chapéu consiga reter 80% do calor que um corpo perde no frio. Com a cabeça descoberta perdemos mais calor por ela do que por qualquer outra parte do corpo, por isso costuma dizer-se: Se queres manter os pés quentes, usa um chapéu!
Também deveremos usar um cachecol que cubra o pescoço e a cara. Em situações extremas podemos usar uma máscara como as de ski mas têm o revés de a transpiração e condensação da respiração poderem congelar em redor da boca.
As orelhas também são um ponto bastante sensível que convém proteger. Um gorro protege igualmente a cabeça e as orelhas e é sempre uma opção a considerar. Com uma balaclava, apesar de ficarmos a parecer um ninja, também não teremos frio em situações extremas.

8204647624 28fb448134 O

8203592851 C12050f112 OOs pés são bastante susceptíveis ao congelamento quando estão húmidos ou frios e também ficam propensos à formação de bolhas se as meias ou os sapatos estiverem molhados, por isso há que ter bastante cuidado para os manter secos e arejados.
Podem usar-se dois pares de meias, devendo o par interior ser mais leve que o exterior.
Em qualquer ocasião devemos garantir que a bota consegue acomodar os dois pares de meias sem que os dedos fiquem encavalitados, nem que para isso seja necessário usar botas um número acima daquele que calçamos normalmente.
8203557077 D0e6a1a8e0 O

Para as mãos temos duas opções de luvas. Com as de dedos separados ganhamos em utilização dos dedos mas perdemos em  rentabilidade térmica. Com as de dedos juntos ganhamos em termos de temperatura mas perdemos em manobrabilidade. É uma questão de escolher qual preferimos.

8204647584 De42987835 O

 

De qualquer modo temos que ter bastante atenção com a desidratação das mãos que tendem a ficar gretadas e secas. O uso de um bom creme hidratante é bastante aconselhado em tempo frio, não só nas mãos como em toda a pele exposta, como as maçãs-do-rosto que são muito fustigadas pelas baixas temperaturas, por exemplo.8203556627 32581aab5a O

Mesmo de Inverno não devemos descurar o protector solar se vamos andar com o corpo exposto e o sol brilha. Por estar frio não quer dizer que os raios ultravioletas não estejam prontos para queimar a nossa preciosa pele e a neve reflecte-os ainda mais potenciando o seu efeito.

 

8204708124 666967014f OIgualmente importante é evitar um sobreaquecimento uma vez que no Inverno é também possível ficar desidratado. Por essa razão é bastante importante beber antes, durante e depois das caminhadas já que o frio age como diurético e estimula a urinação e a perda de líquidos do corpo.
O ar seco e frio faz-nos perder mais líquidos do que aparenta e também compromete a sede que sentimos, por isso não nos podemos regular por ela para ingerir líquidos.
Um termo com uma bebida quente (não-alcoólica) é um excelente meio de nos mantermos quentes e hidratados.

 

Quanto à comida existem alguns truques ou aspectos a ter em consideração:

- Se vamos preparar a nossa comida no campo o melhor é escolher uma que tenha poucos passos de preparação. Vamos estar de luvas e andar a cortar e medir ingredientes acaba por dar trabalho demais. Também é importante fazer em casa o que pode ser feito, como lavar fruta ou legumes.
- Escolher comida que não demore muito tempo a preparar. Por exemplo, ferver água em tempo muito frio é uma tarefa complicada e que consome muito combustível.
- Manteiga, margarina ou azeite. Qualquer um fornece a gordura e o sabor necessári8203626105 1d8ac49bb8 Oo a uma refeição.
- Sopas instantâneas. São simples de preparar e podem salvar-nos de uma hipotermia aquecendo-nos rapidamente e mantendo-nos hidratados.
-Preferir comida rica em hidratos de carbono e gorduras e evitar comida rica em proteínas.
A comida rica em proteínas aumenta o consumo de água e reduz a tolerância ao frio. 10 a 15% de calorias oriundas de proteínas são suficientes. (alimentos ricos em proteína: carnes brancas e vermelhas, ovos, peixe, lentilhas, grão, ervilhas, feijão).
-Levar comida rica em gorduras como queijo, manteiga de amendoim ou grãos de soja.
Jantares ricos em gordura irão manter-nos quentes no saco-cama e evitam que acordemos de noite com fome. Antes de dormir não há problema em consumir proteínas (o queijo é igualmente rico em gorduras e proteínas).
-Levar varios pequenos pacotes de snacks ricos em hidratos de carbono como frutos secos, barras energéticas, rebuçados, salgadinhos ou biscoitos para comer durante o dia.
-Ter à mão um conjunto de açucar de emergência como barras de chocolate ou M&Ms, que são rapidamente metabolizados e podem ser comidos se alguém começar a sofrer de hipotermia ou hipoglicémia.

Também ganha principal importância sair com companhia e avisar em casa acerca do nosso destino. Basta um descuido e lá ficamos no fundo de uma ravina com uma perna partida e sem rede no telemóvel...
3 companheiros é bom, 4 é perfeito.
Se alguém se aleijar um deles tem que ir buscar socorro. Se forem 3 fica o 3º com o ferido. Se houver um 4º, acompanha quem vai pedir socorro.

Um outro cuidado que devemos ter é com as mudanças de temperatura a que nos expomos. Quando estamos em casa ou dentro do carro com o aquecimento ligado vamos tirando camadas de roupa para nos adaptarmos à temperatura ambiente, mas quando saímos para o exterior não nos podemos esquecer de nos voltarmos a agasalhar. Toda a gente sabe que são estas mudanças de temperatura que mais nos afectam no dia-a-dia, mas muita gente continua a descurar este ponto.



4 comments

  • Comment Link Valente
Cruz 22 November 2012 Valente Cruz

    Foi um pouco antes da primeira imagem que este ano estive no limite de entrar em hipotermia (ou cheguei mesmo a entrar). Mas estava tudo controlado, que a malta só abusa com certezas :-) Bom artigo!

  • Comment Link João Manuel Carneiro Malheiro 22 November 2012 Pintelho

    É sempre bom recordar este tipo de conselhos! Obrigado!

  • Comment Link Paulo
Hercules 22 November 2012 paulohercules

    Muito bom!
    Obrigado pela partilha.

  • Comment Link Jorge Tadeu
Silva Ramos 22 November 2012 jorgetadeuramos

    Excelente artigo. Apenas um reparo, sempre que adquirem botas de montanha para caminhadas devem comprar obrigatóriamente um número acima do vosso!

Login to post comments

Newsletter