23de Outubro,2021

Geopt.org - Portugal Geocaching and Adventure Portal

10 March 2013 Written by 

Geotalk – Daniel “dmdias” Dias [Vamos plantar a árvore do GeoRibatejo]

Dia 21 de Março comemora-se o dia Mundial da Árvore. Quantas vezes este dia passa despercebido na azafama do nosso dia a dia? Já alguma vez comemoraste esta data? Este ano terás a oportunidade de o fazer em terras Ribatejanas.

O GeoRibatejo não ficou indiferente a esta data e decidiu "plantar" a sua marca -  Dia 23 de Março Vamos plantar a árvore do GeoRibatejo. Estão todos convidados a juntarem-se ao GeoRibatejanos para um grande dia de aventura, companheirismo e amizade que ficará registada por muitos anos naquela árvore.

O Geopt esteve à conversa com o Daniel para saber um pouco mais sobre o GeoRibatejo e sobre este projecto:

Georibatejo é, sem dúvida, um nome a que ninguém fica indiferente. “Fundado” há mais de ano e meio, tem deixado a sua marca pelo Ribatejo, quer seja pelas caches colocadas, pelos eventos de enorme sucesso, ou mesmo pela amizade e companheirismo existentes entre os membros do “grupo”.

 

Como surgiu a ideia de criar este grupo?

A ideia de criar este grupo surgiu após uma cachada de grupo à mítica cache “110cm de cache” do amigo sammendes, uma cache que não é aconselhável a procurar sozinho. Na altura tinha muita gente interessada em procura-la e a quem só faltava companhia. Então na altura foi tudo combinado através de “notes” na página da cache com vários geocachers a demonstrarem interesse em ir no dia X e outros no dia Y e a tentarem chegar ao maior número possível de geocachers para atacarem essa cache. Como a cache estava em watchlist pela maioria das pessoas que haviam colocado “notes” acabámos por conseguir combinar a cachada com um grande grupo de pessoas, a maioria, quase na totalidade, desconhecidos uns dos outros naquela época.

8542580707 61123576bf

Ora como a meu ver não fica bem uma página de uma cache cheia de “notes” para combinar uma cachada tive a ideia de criar um site que permitisse reunir os geocachers da nossa zona num único espaço onde fosse possível e fácil combinar caches em grupo, partilhar experiências, ajudar alguém que tivesse algum tipo de dúvida, etc.

Inicialmente o site começou apenas com os geocachers que foram à cachada da 110 e mais 2 ou 3 que eu já conhecia de encontrar em caches aleatoriamente e esses acabaram por ser a equipa base do grupo.
Palavra passa palavra e à medida que o tempo passava iam sendo adicionadas mais pessoas ao site.
Surgiu então a necessidade de se atribuir um nome ao site e ao grupo que ficasse no ouvido. Havia várias hipóteses em cima da mesa, mas após votação entre os vários membros do site chegou-se ao nome GeoRibatejo que acabou por ficar até hoje.

Criado no dia 10 de Agosto de 2011, o site foi crescendo quer em funcionalidades quer em número de participantes com a grande maioria dos elementos do grupo a ostentar o nome e o símbolo do grupo por onde passa, sempre com orgulho por este ser representativo da nossa região. Exemplo disso são as t-shirts que os membros do grupo usam com orgulho quer em eventos espalhados por todo o país, quer aquando da procura das caixinhas de plástico. Como eu costume dizer, onde há um evento importante está sempre alguém do GeoRibatejo a representar o grupo.


8543680568 C123982af9Afinal, o que é o Georibatejo?

O GeoRibatejo é hoje um grupo de referência na zona do Ribatejo que pretende ajudar a facilitar a comunicação e relação entre os vários geocachers da região do Ribatejo acolhendo também quem se inicia nesta actividade nos tempos que correm de forma a existir uma maior e melhor integração do que a que havia antes da sua existência onde cada um praticava esta atividade na grande maioria das vezes sozinho sem saber que possivelmente na porta ao lado da sua casa existia alguém com a mesma paixão por este jogo.
Assim juntou-se a diversão do jogo ao convívio e amizade entre os elementos do GeoRibatejo e o grupo é hoje em dia, acima de tudo um grande grupo de amigos que combinam diversas coisas em conjunto quer estas estejam relacionadas com o geocaching ou não.
O GeoRibatejo tenta acima e tudo que haja um grande espírito de união e entreajuda entre os seus membros.
No GeoRibatejo todos tentam contribuir e ajudar com o melhor que sabem fazer, um bom exemplo disso foi a excelente contribuição do membro fsena (Filipe Sena) na criação do nosso logótipo tendo conseguido canalizar todas as nossas ideias num belo desenho e mais tarde na elaboração da nossa bonita geocoin a quem deixo um agradecimento especial.

Um dos grandes exemplos de amizade e convívio entre os elementos deste grupo são os inúmeros eventos que organizamos de forma não oficial como os GeoAbafadinhos no famoso Bar 21 na Barquinha, os famosos GeoKebabs em Torres Novas e no Entroncamento, o Geochocolatequente em tempos mais frios no Vento dos Séculos em Torres Novas, uma bebida fresquinha em noites mais quentes nas esplanadas da Praça 5 de Outubro em Torres Novas e já duas grandes passagens de ano cheias e animação, encontros estes que contam quase sempre com uma média de 20 participantes.

A criação do GeoRibatejo acabou por contribuir também de forma directa e indirecta para o aumento de qualidade do geocaching na nossa zona. Foi no dia da cachada a 110cm de cache, sendo este o seu primeiro found, que nasceu para o geocaching o geocacher helderjust que viria a surpreender com as suas caches no Ribatejo. Passou a existir de uma forma saudável uma certa competição entre owners para ver qual conseguia ter o container mais elaborado. Exemplos disso são o elevado número de caches nomeadas para os prémios GPS na nossa zona.

8545178769 01d2816eea


Por muitas vezes o nome “Georibatejo” esteve associado a “discussões acesas” acerca do grupo e do acesso restrito ao site. Que “requisitos” mínimos são exigidos aos geocachers que queiram fazer parte deste grupo? Quantos são os membros do site, neste momento?


As discussões acesas surgiram devido a más interpretações das nossas intenções enquanto grupo, talvez por falta de conhecimento de quem as iniciou. Mas após ambas as partes cederem e reconhecerem os seus erros, existe atualmente uma boa ligação e relação entre todas as partes envolvidas nas “acesas discussões”. A meu ver não faz sentido que um site que está pensado e orientado aos geocachers locais esteja acessível a todos só porque sim ou apenas para satisfazer a curiosidade sobre o que ali se passa a quem não pretende participar nas atividades do grupo.
Em tempos já me senti melindrado por não poder exprimir de forma livre a minha opinião nos fóruns nacionais por existirem certas restrições por parte das regras dos sites ou por as opiniões das altas patentes do geocaching nacional serem na maioria das vezes as únicas a serem tidas em conta. Não tendo nada contra eles, mas gosto de poder expressar a minha opinião de forma livre sem que haja censura ou discussões só porque não concordam com a minha opinião ou sugestões.

No GeoRibatejo pretendo e tento que todos possam dar a sua opinião e pedir ajuda sobre qualquer assunto de uma forma livre sem que lhe seja apontado o dedo.

Os requisitos para fazer parte do site? Esses são simples e estão referidos na página inicial do site em www.georibatejo.org, mas de forma resumida é apenas necessário que os geocachers sejam oriundos da região do Ribatejo, trabalhem ou estudem por lá. Ou seja, que sejam geocachers ativos e participativos na nossa região.
Até a data embora tenha recebido ofertas, nunca aceitei publicidade, parcerias ou patrocínios no site por forma a este ser independente e evitar assim qualquer tipo de confusão entre geocachers e empresas pois o site não esta pensado para fins comerciais nem lucrativos.
Atualmente somos cerca de 200 geocachers no grupo de forma oficial, mas há sempre o irmão, o primo, o pai ou o amigo que vem com alguém do grupo aos nossos eventos ou cachadas de grupo.
Exemplo disso são os GoStefen & Mickimy que trazem sempre a família atrás e muita, muita comida e bebida para eles e para nós nos vários eventos.

8543680416 Ae0d8c1121

 


Os eventos organizados pelo Georibatejo têm sempre um enorme sucesso. Em média contaram com 30 attends, tendo sido o evento mais “concorrido” a Comemoração do 1º aniversário do GeoRibatejo que contou com a presença de geocacher de todo o pais e teve um total de 67 attends. O que se pode esperar dos eventos organizados pelo Georibatejo? O que já é tradição nestes eventos que os torna tão especiais?

Nos nossos eventos desde o 1º sempre tive a preocupação e tentei incutir nos restantes membros a necessidade de integrar todos aqueles que nos visitam pela primeira vez de uma forma calorosa de modo a que estes se sintam bem e à vontade dentro do grupo e ganhem vontade de nos voltar a visitar num futuro próximo com vontade de conviver e não apenas por um found num evento.
Tanto eu como os restantes membros tentamos sempre que possível dar um bocadinho de atenção a todos quantos nos visitam. Exemplo disso é a própria entrevistadora, K!mPossible que teve uma calorosa recepção no grupo aquando do evento “11-11-11 Vamos às castanhas e água pé” e uma ótima integração.
Outra das grandes características dos nossos eventos é o espírito de convívio e amizade que existe entre todos. Os nossos eventos por norma acabam sempre, com uma grande patuscada, churrascada, piquenique ou comida partilhada e com os famosos licores da tazadormir. Andamos sempre com o farnel atrás e sempre com comida para mais alguém que venha de fora. O assador e carvão por norma acompanha-nos de forma a fazer a festa em qualquer local como foi exemplo no evento de Ferreira do Zêzere da final da liga Geopt onde, embora não tivéssemos ganho fizemos a festa com uma enorme churrascada mesmo à porta do pavilhão.


O GeoRibatejo tem lançado alguns projectos como é o caso dos Mini Power Trails e do Smile. Podemos esperar novidades para os próximos tempos?

Sim, estamos-mos a preparar para lançar um novo projeto idealizado em 2011 que foi ficando na gaveta até a algum tempo atrás, altura em que pegamos nele com toda a determinação e empenho e que tem tudo a ver com o GeoRibatejo, projeto no qual contamos com uma colaboração do geocaching@pt. Esperamos que tenha uma boa aceitação por parte de todos pois é um projecto muito acarinhado e, penso eu, bem elaborado. Estejam atentos que brevemente vai haver novidades.

8545193801 E5d236c672


Focando-nos especificamente do próximo evento que decorrerá dia 23 de Março em Vila Nova da Barquinha, qual o objectivo deste evento e como surgiu a ideia?

A ideia deste evento surgiu do afelizardo com o objetivo de recordar o que todos nós já vivemos quando éramos crianças, andávamos na escola primária e íamos celebrar o dia da árvore com a plantação de uma ou mais árvores. Nós preocupamos-mos com o bem estar e preservação da natureza e esta acaba por ser uma forma educativa e de sensibilização para pais e filhos sobre os problemas inerentes à destruição de florestas e mesmo da destruição de vegetação causada por alguns geocachers mais distraídos que não olham a meios para atingirem os fins acabando por vezes por destruir alguma vegetação a sua passagem.


Na listing do evento está descrito que “Plantaremos então uma ou mais árvores, num local publico para que no futuro possa ser apreciada por todos.” Sabemos que plantar uma árvore num local público pressupõe regras e autorizações especial para que seja feito de forma legal. Contam com a autorização de que entidades para este feito? Que apoios tiveram para organizar este evento?

A ideia inicial era plantar uma ou mais árvores no grande e belo jardim do parque ribeirinho de vila nova da barquinha frequentado pela maioria dos geocachers da nossa zona. Mas após reunirmos com a Engenheira Florestal do município ficámos a saber que foi celebrado recentemente um protocolo entre a Câmara Municipal e um Jardim Botânico para a gestão/reorganização do espaço e como tal não foi possível concretizar a nossa ideia inicial. Surge então a sugestão de outro local por parte da Engenheira Florestal que será onde iremos plantar a árvore.

Os requisitos que nos foram propostos para a(s) árvore(s) a plantar não eram os que inicialmente tínhamos pensado em termos monetários, pois havia apenas algumas espécies autorizadas a plantar e teriam que possuir algumas dimensões mínimas, levando a um custo por árvore que rondava os 50€. Como a troika anda aí e as nossas carteiras cada vez mais vazias foi necessário reunir com os responsáveis da câmara municipal por forma a tentar obter algum tipo de apoio. Este acabou por ser aceite e vão oferecer 1 árvore para podermos plantar no jardim por eles indicado.

8545194165 E792c58bb1


Que espécies serão plantadas pelos Georibatejanos e quem foi o responsável pela escolha das árvores? Em que local vão ser plantadas essas árvores?

A árvore não se sabe ao certo qual será ainda, pois a câmara estava em processo de aquisição de várias espécies para vários locais do concelho e será uma dessas que iremos plantar, pelo que só mais perto da data quando a formos buscar saberemos ao certo qual será a espécie.

O local onde irá ser plantada a árvore trata-se de um pequeno espaço aberto junto ao centro de saúde de Vila Nova da Barquinha, onde existe um mini campo de futebol e basquetebol. É um local onde existem 7 clareiras que já deviam estar preenchidas com árvores plantadas a algum tempo mas que com o passar do tempo acabaram por ir ficando esquecidas. Coincidência ou não esta nossa iniciativa fez com que a Câmara Municipal se lembra-se de plantar as árvores prometidas à muito tempo nestas clareiras que ficaram esquecidas.

8546290356 9bd1532f58


Para além dos geocachers, que estão a aderir de forma massiva a esta actividade (já contam com 20 will attends), quem mais estará presente no local do evento?

Convidámos o Sr Vereador e a Sr. Engenheira Florestal para estarem presentes no local aquando da plantação da árvore, mas ainda não obtivemos confirmação da sua presença. Convidamos todos os geocachers a trazerem os seus filhos para este evento que acaba por ser bastante educativo para eles e para o futuro do nosso país.


O Ribatejo, e em especial Vila Nova da Barquinha, são conhecidos pelo número de caches existentes. Presumo que o evento não se resume só à plantação de árvores, o que mais vai decorrer ao longo desse sábado?

Ora evento que é evento do GeoRibatejo mete convívio, comida e caminhadas. Como tal após ser plantada a árvore iremos até ao jardim do parque ribeirinho para almoçar. No local existem mesas, assadores, casas de banho públicas e muita, muita relva para nos estendermos. Tal como já vai sendo hábito nos nossos eventos haverá churrasco. Iremos acender o lume para quem trouxer carne poder fazer os seus grelhados…escusados será dizer que a comida é sempre a mais e acaba por haver sempre troca de comida entre todos.
Após o belo repasto irá haver uma caminhada pela localidade para remoer o almoço, sendo que pelo caminho vão ser feitas algumas caches sempre com o rio Tejo como pano de fundo sempre que possível. Está-se a pensar após a caminhada ir até às caches da zona mais apelativas onde surgem algumas das nomeadas dos prémios GPS deste ano e a vencedora do ano passado “A casa mistério”.

8545193647 01db61fa3c


Para aqueles que ainda não fizeram o will attend e para os outros que ainda não conhecem o Georibatejo, o que tens a dizer-lhes?

Aparece pois vai ser sem dúvida um dia bem divertido. Tenho a certeza que não te vais arrepender e vais sentir vontade de regressar.

Daniel, obrigada pela colaboração!



5 comments

  • Comment Link Fábio
Nogueira 12 March 2013 fnogueira85

    melhor era mesmo impossível...

    vai ser um grande envento sim senhor!

  • Comment Link Tiago
Ferreira 11 March 2013 Ti@go NRG

    Muito bem! :-)

  • Comment Link Cláudio Silva 10 March 2013 Acori

    Bravo !

  • Comment Link Nuno
Gil 10 March 2013 nunogil

    Espectáculo :)

  • Comment Link David
Santos 10 March 2013 David Santos 87

    Para quem quiser ler um pouco e ficar a conhecer um pouco mais sobre o nosso GeoRibatejo. ;-)

    estejam atentos que o próximo projecto está mesmo mesmo a rebentar :lol:

Login to post comments
Geocaching Authorized Developer

Powered by Geocaching HQ
Geocaching Cache Type Icons © Groundspeak, Inc.
DBA Geocaching HQ.
All rights reserved. Used with permission.

Newsletter