22de Maio,2017

Geopt.org - Portugal Geocaching and Adventure Portal

26 September 2016 Written by  corvos

corvos attended Cerimónia de Entrega dos Prémios GPS 2015

 Do nosso correspondente na Figueira da Foz

A "Cerimónia de Entrega dos Prémios GPS 2015" decorreu no CAE (Centro de Artes e Espetáculos) da Figueira da Foz e foi transmitida em direto através da Geopt.TV.

No hall de entrada as conversas são mais que muitas, matam-se saudades revêem-se os amigos, das grandes caminhadas cruzam-se braços, dão-se abraços demorados. É verdadeiramente uma noite de gala onde a indumentária (nem smoking nem vestidos compridos) são calções, calças de andar no mato, camisolas folgadas e praticas, botas para subir montanhas e a credencial ao pescoço.
O Canal Geopt realiza entrevistas prévias à cerimónia, onde não faltou o vereador do desporto da Câmara da Figueira da Foz, entre outros geocachers.

As portas do auditório de fazer inveja a muitas salas abrem-se de par em par e os lugares são ocupados um a um, enchendo por completo o espaço. É lindo de ser visto!

Após o discurso do vereador da cultura e desporto sobre o evento, o qual solicitou uma salva de palmas ao geocacher que é também o nosso atleta Olímpico - João Costa. Estava dado o mote para uma Grande noite a sala, em que a Amizade seria um ponto fulcral desta Gala.

A apresentação esteve a cargo da Flora e do António que substitui-o o Hulkman. Os dois estiveram à altura da cerimónia não fossem eles conhecedores do ofício e da maioria das caches que apareceram a concurso. Não se sobrepuseram e foram mudando de camisolas sempre, que a situação assim o exigia.

E o espetáculo começou com dois jovens um a tocar e outro a cantar a musica alusiva à cerimónia – “Here Come The Sun", dando o mote para o inicio desta Gala que muitos aguardavam. Magnifico.

"Memórias da Viagem da Minha Terra", poderia ser o titulo desta crónica, uma vez que ao longo da cerimónia viajamos por variadíssimos locais no nosso Portugal.

Bragança ofereceu-nos uma aventura de cinco estrelas tanto na dificuldade como no terreno e aqueles que abraçarem o “Youtubo” não se vão arrepender, onde não faltarão Transmontanos, nem alheiras, com toda a certeza. Ficámos a saber que na Madeira existe um hostel para seis pessoas numa “Minions House”. Em Portalegre fomos "Em Busca do Arco Iris" e encontrámos o pote de ouro. Fomos às "Grandes Castas" e não nos embebedámos em Setúbal, pois tínhamos a Máfia no nosso alcance.


Voámos até ao Algarve, nas asas da “Gaivota de Alfazina”, para assistir a "uma linda lição de vida em que o destino encarregou-se de juntar dois seres completamente distintos que, por causa de uma promessa, constroem uma bela amizade." Nos Açores foi na Terceira que vimos os "Rivers dreams" e ainda houve tempo de deixar um desejo de boa recuperação ao Filipe. Leiria deu-nos a conhecer "The Times Bandits Tesure ", mas foi no Porto que a história deixou de ter 40 Ladrões para passar a ter 7 anões, os quais se juntaram ao ali babá, vimos o que é a amizade pois estiveram no palco os vencedores e os vencidos pois cultivam-na com um espírito avassalador. Também Aveiro esteve bem representada com uma claque de fazer inveja, mas por incrível ainda não resolvemos o "Caso Geo-Azarento", que se viu honrada com dois prémios.

Para vermos a Anita no Campo tivemos que a ir ver a Évora. Pulámos até Viana do Castelo de carrinho de rolamentos, onde o logbook é deveras original, mas foi em Vila Real que ficamos a saber "sem problemas" o sentido da “Akuna Batata”, para esta gente "não há nuvens, mas sim divertimento". Em Braga "Wish you Were Here" assistimos a uma homenagem sentida ao Roberto. Descemos até Santarém onde o Rui mais conhecido pelo Touperdido foi recordado pelo "Drácula Untold - B31",uma vez que a inspiração foram os seus buraquinhos.

 

Em Coimbra sorrimos muito quando encontrámos “The Smile Factory”, onde não vamos ver pessoas apáticas e um mundo cinzento, e vamo-nos rir bastante. Para observarmos o “Marciano de Vila Meã” tivemos que ir a Viseu e assim aproveitámos para conhecer as amigas do Vicente que só ferraram o FTF.

 

 Uma vez em Lisboa, coube a Cruella indicar-nos onde estavam o 101 Dálmatas, pois estava orgulhosa dos seus três prémios arrecadados , aproveitámos e demos um salto à Guarda para conhecer as suas “Ninfas”. Pulámos para Beja para conquistar "Para os Lados do Fortim do Vau", o seu ex-libris. E transpusemos Castelo Branco para mergulhar nas "Memórias da Viagem da Minha Terra", também esta com direito a subir duas vezes ao palco, e onde não foi esquecida a Sónia.

Toda esta viagem foi-nos transmitida com imagens arrebatadoras e teve acompanhá-las músicas de encher a alma, um palavra de agradecimento para este trabalho fantástico.

Mas a cerimónia não se ficou somente pela divulgação das Vencedoras de cada distrito, assim como as Vencedoras nas categorias de Recipiente, Aventura e Local, bem como a grande Vencedora Nacional, que o jasafa foi divulgando em tempo real.

Relativamente às homenagens recaíram nos dois geocachers bombeiros, no Roberto e André.
Os bombeiros pelo trabalho que fazem prol da nosso ambiente, o Roberto e o André pelas razões que infelizmente todos conhecemos.

Ao Roberto foi feita uma homenagem sentida pelos amigos que se destacam os adjetivos e substantivos "carinho, amizade, saudade que o tempo não pode apagar, piadas , chouriço, maluqueiras, madrugadas, sol, neve, tanta saudade, espírito aventureiro, um SER especial.

Ao André a homenagem recaiu em imagens de momentos de pura amizade, ao som da música dos Monty Python - Always look on the bright side of life" sentimos o seu sorriso de "uma candura fantástica", este SER enorme que tinha como um dos seus lemas quando estava em plena natureza com os amigos dizer a bons pulmões - "que puta de loucura".

Um momento de reflexão e bastante silêncio a que se juntou saudade.

Na categoria dos sorteios, o melg@ foi um geocacher que brilhou nesta noite pela indumentária, uns calções que a ala direita da plateia invejou e uma camisola alusiva ao Jack Nicholson. Além de ser sorteado por duas vezes a assistência brindou-o cantando os parabéns de aniversário, mais um momento alto de amizade desta Gala.

Parabéns a todos aqueles que poem de pé um evento deste calibre, tanto os anfitriões Geo Triangle, como os elementos que compõem o GEOPT. Por último uma palavra de agradecimento à Eva e à sua assistente, uma vez que ambas fizeram várias piscinas" a atravessar o palco para entregar os troféus.

Foi a sexta Gala para o Geopt, a nossa primeira participação nesta manifestação de AMIZADE. O programa foi tão preenchido que ninguém quis arredar pé da sala, à espera de mais e mais, nós tínhamos que regressar a Lisboa, motivo pelo qual saímos de pantufas. UMA NOITE MEMORÁVEL!

Magnifico e obrigadão pela partilha destes momentos viajando pela nossa terra. Uma palavra de agradecimento, para aqueles que sabem o quanto gostamos deles. corvos

Aplausos muitos aplausos, de PÉ

 

 



1 comment

  • Comment Link Joaquim Safara 27 September 2016 jasafara

    Um log à Corvos. Está tudo dito :)

Login to post comments

Newsletter