27de Novembro,2021

Geopt.org - Portugal Geocaching and Adventure Portal

11 March 2013 Written by  K!mPossible

K!mPossible found Natureza do Neiva

Found it K!mPossible found 3 Natureza do Neiva

Em Esposende e com tempo livre, o Óscar decidiu surpreender-nos. Como é que ele fez isso? Através da visita a esta cache.

Queria muito passear, conhecer um lugar bonito... Para mim, um lugar para ser perfeito tem que ter vegetação e água. É a combinação perfeita para a minha paz interior.

Esta cache permite-nos desfrutar de um belíssimo passeio pelo "bosque encantado", recheado de surpresas escondidas, desafios fantásticos, que consegue juntar o que o geocaching tem de melhor: O local, o desafio e o container espectacular. Icon Smile Big O que falta a esta cache para ser perfeita? NADA!

Assim que cheguei ao local, deparei-me com o Neiva (desconhecido até então). As chuvas dos dias anteriores tinham elevado consideravelmente o nível das aguas do rio, que cenário magnifico!

8488040392 2138f502ea O

Primeiro passo para a aventura: atravessar o rio através da ponte de pedra. A força das aguas era tanta que ainda não entendo como é que aqueles "pilares" não cedem.

Pisar aquela ponte foi como atravessar o portal mágico para um mundo encantado. Eu não queria voltar atrás.

Sem sair do trilho, fomos olhando para o GPS e para as dicas que o Óscar nos dava. O primeiro container ainda demorou um pouco a aparecer, pois "faltava-me um bocadinho assim". Icon Smile Blush Com dois homens mais altos que eu, não precisei de trepar e em poucos minutos tinha o container na mão Icon Smile

Primeiro container = Primeiro desafio! Icon Smile Approve Olhando para o que tinha nas mãos relembrei-me de uma cache, ou mesmo duas que já tinha feito do género (Old shooting range e um ponto da A Lenda de Semewrex) o que facilitou a resolução da mesma.

Coordenadas introduzidas para o próximo ponto, prosseguimos caminho pelo mundo encantado pelo Neiva. Quem estava mesmo a gostar da aventura era a Bulma que entre tentativas de mergulho e corridas malucas ia gastando a energia acumulada.

De GPS na mão, esqueci completamente que andava à procura do próximo ponto da cache. O Filipe andava tão distraído com a Bulma que nem estava a pensar em Geocaching. Valeu o GPS humano avisar que o próximo ponto da cache era naquele local.

Estava bem camuflado, não estava no meu campo de visão, o que fez com que mais uma vez não fosse descoberto de imediato.

8486948235 3e7daa61c7 O

Segundo container = Segundo desafio!

Este nunca tinha visto "ao vivo", mas numas pesquisas pela internet tinha encontrado esta "engenhoca". Está muito bem conseguida, o facto de ter frente e verso tornou perfeita a utilização da artimanha.

Coordenadas introduzidas no GPS, seguimos para o terceiro ponto, na minha opinião, o melhor. Icon Smile Approve

Camuflado de uma forma esplêndida. Percebi de imediato que só podia ser aquilo o container, mas a forma como foi conseguida, está perfeita!

 

Terceiro container = Terceiro desafio!

Este era novidade para mim, mas com a ajuda do Filipe o desafio foi superado rapidamente e as coordenadas para o próximo ponto foram conseguidas.

Seguimos caminho, atravessámos o Neiva para o outro lado. O último ponto foi encontrado facilmente, muito bem camuflado Icon Smile Dali até ao GZ final foi preciso algum cuidado e malabarismo, pois a lama que estava pelo chão não facilitava.

O que achei de espectacular neste local foi a simbiose do meio ambiente com as ruínas que se encontram ao longo do percurso... Um exemplo disso é a estrutura que se encontra no GZ final.

8486948429 Dd23410625 O

O container final = O grande desafio

Dei com ele de imediato, o olho de geocacher não ali não falha. O Filipe meteu-lhe a mão, mas não deu bem com a engenhoca. Foi a minha vez de tentar. Assim que agarrei no container, veio à minha memória a descrição que ouvi uma vez o Óscar a fazer acerca de uma cache que tinha gostado muito. Percebi que se tratava daquela, e soube de imediato o que precisava de fazer Icon Smile Approve

Depois de algum "malabarismo" a menina já estava cá fora, prontinha para que fosse registada aquela visita no seu logbook.

Vamos lá recolocar tudo no seu devido lugar, e seguir viagem por onde viemos.

De regresso decidimos procurar uma caixinha que estava no "caminho".

O momento mais difícil: atravessar o portal mágico de volta ao mundo comum, o mundo "não mágico".

Para ser sincera, não queria mesmo. Parei no meio da ponte, olhei para o Neiva e fiquei ali, inerte, imóvel. Queria ficar ali para sempre... Naquele momento, já a anoitecer, sentei-me na pedra fria, de frente para o rio e ali fiquei...

Alguém me chamou de volta à realidade, e percebi que tinha que ir embora, que voltar ao mundo comum dos mortais.

Paulo, não há palavras para agradecer aquela tarde. Uma boa forma de agradecer por tudo: um Favorito.



2 comments

  • Comment Link Victor
Rolo 13 March 2013 n@vegante

    Bela descrição, muitos parabéns pela aventura ;-)

  • Comment Link Valente
Cruz 12 March 2013 Valente Cruz

    Reconheci a ponte por quase ter lá ter caído ao rio numa prova de btt, há uns meses atrás. Obrigado pela partilha!

Login to post comments
Geocaching Authorized Developer

Powered by Geocaching HQ
Geocaching Cache Type Icons © Groundspeak, Inc.
DBA Geocaching HQ.
All rights reserved. Used with permission.

Newsletter