22de Fevereiro,2018

Geopt.org - Portugal Geocaching and Adventure Portal

17 February 2015 Written by 

Fotos com história: Collada Bonita e o Pico Urriellu - António Cruz

Não raras vezes surgem nos logs fotografias que marcam a diferença, pelo sujeito, enquadramento, pela cor ou textura, ou simplesmente porque nos contam uma "história" para além da palavra escrita. Com esta rubrica pretendemos desvendar a história por detrás da imagem e o contexto que lhe deu vida.

E com esta foto de hoje, publicada primeiro aqui, ficamos a par do site. A periodicidade desta série paralela de fotos com histórias dentro será dependente da inspiração do António para as divulgar.

Collada Bonita e o Pico Urriellu

Continuando a viagem pelos Picos de Europa, esta fotografia foi tirada na Collada Bonita, em 12/08/2014. Em frente vê-se o esplendoroso Pico Urriellu, também conhecido como Naranjo de Bulnes. Depois da ascensão ao Pico Torrecerredo (o pico mais alto desta cadeia montanhosa) e de uma passagem pelo abrigo que fica próximo, eram cerca de 18 horas quando cheguei ao início do trilho para a Collada Bonita. Apesar das dúvidas, lá me decidi a subir, sabendo de antemão que não seria fácil lá chegar acima e regressar a Pondebano ainda de dia, não somente pelo pouco tempo disponível mas também pelo cansaço já acumulado. Pensei em ir até onde fosse possível e regressaria depois. Inicialmente calmo, não demorou muito para que o trilho se erguesse, abrupto, na paisagem inóspita. O Naranjo, ao lado, parecia controlar os meus passos e ambições. À medida que ia subindo, já começava a desejar que, depois do próximo monte, não houvesse mais para subir. Mas havia sempre mais!

Pouco depois de passar pelo trilho que segue para o Naranjo, acerquei-me de uma zona plana e notei que um dos trilhos começava a descer. Temi então que tivesse que ir lá em baixo, ao fundo do que parecia ser uma enorme cratera. Reparei também que havia um outro trilho que subia em direção aos picos à esquerda e tentei perceber qual seria a localização desta Collada Bonita. Acabei por seguir pela esquerda mas tive de repensar o percurso; a dado momento tive o discernimento para perceber que tinha errado no trilho e que mesmo que conseguisse subir por ali provavelmente não teria acesso à Collada. Pensei então em desistir e comecei a descer, percebendo então por onde deveria ter ido. Após mais algumas passagens interessantes, cheguei ao acesso certo, porém inclinado, e resolvi ir lá em cima. As forças e a vontade reapareceram e quando firmei os pés naquela passagem pouco passava das 19 horas. As vistas, em particular para o Naranjo, são de facto muito bonitas, fazendo jus ao nome do lugar!


Após a descoberta, reencontrei-me em alguns momentos de descanso contemplativo. Montei então o tripé e corri para aparecer na fotografia, tendo como fundo o Naranjo. Iniciei depois o regresso a Pandebano. Ainda pensei em descer pelo Pozo de las Moñetas mas como as condições (nevoeiro) não eram as melhores, por desconhecer o trilho e por ser menos usado, decidi não arriscar esse percurso. Poderia chegar já noite dentro e não tinha iluminação. Tive apenas alguma pena por não ter tido tempo para subir até meio do Naranjo mas talvez fique par uma próxima oportunidade. Com algumas paragens pelo caminho (para me alimentar e beber) e quase sempre a correr, lá cheguei ao carro por volta das 21 horas, sendo que nas últimas centenas de metros fui acossado pela chuva. Ao todo terei andado cerca de 30 km em menos de 10 horas, incluindo a ascensão aos picos. Quando me sentei e liguei o carro a música que estava a tocar era “These boots are made for walking”! 

Nancy Sinatra - These Boots Are Made for Walkin'

Caches feitas: :  Despedida y Cierre,   Naranjo de Bulnes "Picu Urriellu" e  Collada Bonita (com direito a FTF e único found até agora numa cache com mais de 2 anos)

Se gostaste de uma fotografia e tens curiosidade em conhecer a sua história, ou se gostavas de partilhar a história da tua fotografia favorita, envia-nos a tua sugestão de "Foto com História"!



Login to post comments

Newsletter